Trabalho de Conclusão de Curso

 
 

FENPROPIMORFE COMO INIBIDOR DE GIBERELINA EM MANGUEIRA ‘TOMMY ATKINS’ NO SEMIÁRIDO

Resumo:

Fempropimorfe como inibidor de giberelina em mangueira "Tommy Atkins" no semiárido. 2020. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Agronômica) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluna:RENATA ARAÚJO E AMARIZ

Orientador. Prof. Dr. Ítalo Herbert Lucena Cavalcante

Clique aqui para baixar


 

Bioestimulantes na fisiologia, nutrição, produção e póscolheita de frutos da mangueira cv. Kent no Submédio do Vale do São Francisco

Resumo:

Bioestimulantes na fisiologia, nutrição, produção e pós-colheita de frutos da mangueira cv. Kent no Submédio do Vale do São Francisco. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Agronômica) - Universidade Federal do Vale do São Francisco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Aluno:PEDRO IGOR RODRIGUES MODESTO

Orientador. Prof. Dr. Ítalo Herbert Lucena Cavalcante

Clique aqui para baixar


 

MANEJO DA IRRIGAÇÃO E USO DE BIOESTIMULANTE NO FLORESCIMENTO DAS ACEROLEIRAS ‘JUNKO’ E ‘FLOR BRANCA’ NO VALE DO SÃO FRANCISCO

Resumo:

Manejo da irrigação e uso de bioestimulante no florescimento das aceroleiras ‘Junko’ e ‘Flor Branca’ no Vale do São Francisco. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Agronômica) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno:ANTUERBE BRANDÃO MARINHO

Orientador. Prof. Dr. Ítalo Herbert Lucena Cavalcante

Clique aqui para baixar


 

REDUÇÃO DE ESTRESSE E FIXAÇÃO DE FRUTOS DE MANGUEIRA ‘KENT’ EM FUNÇÃO DE BIOESTIMULANTE

Resumo:

Redução de estresse e fixação de frutos de mangueira ‘Kent’ em função de bioestimulante. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Agronômica) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno:TULLYUS RUBENS DE SOUZA SILVA

Orientador. Prof. Dr. Ítalo Herbert Lucena Cavalcante

Clique aqui para baixar


 

ESTRATÉGIAS PARA RETENÇÃO DE FRUTO EM MANGUEIRA cv. ‘KEITT’ EM JUAZEIRO-BA

Resumo:

Estratégias para retenção de fruto em mangueira cv. Keitt em Juazeiro-BA. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Agronômica) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno:RENAN NUNES PEREIRA

Orientador. Prof. Dr. Ítalo Herbert Lucena Cavalcante

Clique aqui para baixar


 

Qualidade físico-química de frutos de mangueira ‘Keitt’ submetidas à adubação potássica e doses de giberelina

Resumo:

Qualidade físico-química de frutos de mangueira 'Keit' submetidas à adubação potássica e doses de giberelina. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Agronômica) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno:WENDEL BRITO NASCIMENTO JUNIOR

Orientador. Prof. Dr. Ítalo Herbert Lucena Cavalcante

Clique aqui para baixar


 

COMPOSIÇÃO MINERAL E QUALIDADE DE FRUTOS DE MANGUEIRA CV. KENT

Resumo:

Composição mineral e qualidade de frutos de mangueira cv. Kent. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Agronômica) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno:YURI ALYSSON CARVALHO

Orientador. Prof. Dr. Ítalo Herbert Lucena Cavalcante

Clique aqui para baixar


 

Bioestimulante na maturação de ramos da mangueira cv. Tommy Atkins no Submédio do Vale do São Francisco

Resumo:

Bioestimulante na maturação de ramos cv. Tommy Atkins no Submédio do Vale do São Francisco. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Agronômica) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno:LAIANE EUGENIA DELMONDES MUDO

Orientador. Prof. Dr. Ítalo Herbert Lucena Cavalcante

Clique aqui para baixar


 

APLICAÇÃO EXÓGENA DE PROLINA E EXTRATO DE ALGAS EM MANGUEIRA TOMMY ATKINS CULTIVADA NO SEMIÁRIDO

Resumo:

Aplicação exógena de prolina e extrato de algas em mangueira Tommy Atkins cultivada no semiárido. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Agronômica) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno:RAÍ NASCIMENTO DO CARMO

Orientador. Prof. Dr. Ítalo Herbert Lucena Cavalcante

Clique aqui para baixar


 

Influência do sistema de condução na qualidade de diferentes variedades de uvas cultivadas em Petrolina-PE

Resumo:

Sistema de condução na produção e qualidade de diferentes variedades de videiras cultivadas em Petrolina-PE. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Agronômica) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno:IARA LUIZA VIEIRA CAMPOS

Orientador. Prof. Dr. Ítalo Herbert Lucena Cavalcante

Clique aqui para baixar


 

Influência da Fertirrigação com Nitrogênio e Biofertilizante na Qualidade Pós-Colheita de Goiaba ‘Paluma’ Armazenada à Temperatura Ambiente

Resumo:

O aspecto nutricional é fundamental para qualidade e elevada produtividade de goiabas. No entanto, ao tempo em que é essencial, é oneroso. Além do mais, o consumidor tem exigido alimentos mais saudáveis e produzidos com uso de menos agroquímicos e fertilizantes. Isso tem promovido uma busca constante por tecnologias e técnicas que associem composto orgânico como, biofertilizante e adubos minerais sem que o fruto perca a qualidade mesmo quando armazenados em temperatura ambiente. Nesse aspecto, foi realizado um experimento com o objetivo de avaliar, ao longo dos dias de armazenamento, a qualidade físico-química dos frutos de goiaba ‘‘Paluma’’ em função da adubação nitrogenada e doses de biofertilizante. Adotou-se delineamento experimental em blocos casualizados com tratamentos distribuídos em esquema fatorial 5 x 2 x 5 referente respectivamente, aos dias de avaliação após a colheita (0; 3; 6; 9 e 12), adubação nitrogenada (50 e 100% da recomendação de adubação nitrogenada para cultura) e as aplicações de doses de biofertilizante bovino (0,0; 2,5; 5,0; 7,5 e 10,0%). A qualidade de frutos de goiabeira foi influenciada pelo biofertilizante bovino e adubação nitrogenada. Para características físico-química dos frutos a associação entre adubação nitrogenada e biofertilizante bovino promoveu incremento de vitamina C, sólidos solúveis e ratio com o decorrer dos dias, maior acidez titulável e menor pH logo após a colheita. Para características físicas a associação entre biofertilizante e nitrogênio não influenciou a porcentagem de polpa, no entanto influenciou positivamente a firmeza, a perda de massa fresca e a aparência visual do fruto. O diâmetro e comprimento sofrem influência somente das doses de biofertilizante.

Aluna:DEISIELE DINIZ LIMA

Orientador. Prof. Dr. Ítalo Herbert Lucena Cavalcante

Clique aqui para baixar


 

Crescimento da goiabeira sob fertirrigação com esterco bovino líquido fermentado e doses de nitrogênio

Resumo:

No cultivo da goiabeira no Vale do São Francisco, a adoção da fertirrigação é uma constante por ser uma ferramenta de comprovada eficácia na distribuição equilibrada de água e nutrientes, além da possibilidade de outros insumos como o esterco bovino líquido fermentado. Além de influenciar as propriedades químicas, físicas e biológicas, na produção dos ecossistemas, exercem efeito direto sobre o metabolismo das plantas. Desta forma, o presente trabalho teve por objetivo avaliar a contribuição da fertirrigação com esterco bovino líquido fermentado (biofertilizante) associado à adubação nitrogenada, no crescimento da goiabeira cv. Paluma. Adotou-se o delineamento em esquema fatorial 5x2, correspondentes a: i) níveis percentuais do biofertilizante simples: testemunha (sem biofertilizante), 2,5; 5,0; 7,5 e 10,0%, aplicados via fertirrigação, mantendo-se fixa a referência de 2,4 L m-2 do biofertilizante; e ii) doses de nitrogênio: 50 e 100% da recomendação de adubação nitrogenada, aplicadas via fertirrigação, com quatro repetições. Durante o experimento foram avaliadas: altura de planta (cm); diâmetro do caule (mm); e volume de copa (m3 ). A adubação nitrogenada não influenciou nos parâmetros avaliados. Enquanto que, a aplicação do biofertilizante apresentou influência significativa nos parâmetros de desenvolvimento, altura de planta e diâmetro de caule, exceto para volume de copa. Comportamento também observado para a interação da associação da adubação nitrogenada e doses de biofertilizante. Pelos resultados obtidos, podemos concluir que, há interação significativa entre a aplicação de biofertilizante e as doses de nitrogênio para o crescimento da planta em altura e diâmetro de caule. Com isso, a fertirrigação de 50% da dose recomendada da adubação nitrogenada para a cultura da goiabeira, com doses de biofertilizante de 7,5%, é o manejo mais adequado.

Aluno:ANDERSON LIMA ALVES

Orientador. Prof. Dr. Ítalo Herbert Lucena Cavalcante

Clique aqui para baixar